(Ouça a íntegra do programa aqui)

 

 

Após uma hiato de 5 anos o cantor Otto lançou recentemente Ottomatopeia, álbum que teve produção independente e traz uma lado mais pop do músico. Neste período o moço esteve ocupado com seus shows mundo afora e com a radar antenado para as situações nada agradáveis que vem assolando o país. E a palavra é uma grande aliada de Otto, que se diz um poeta que escreve diariamente, daí a força da sua escrita, exercitada todos os dias.

 

Ottomatopeia

 

Ottomatopeia é um manancial poético onde Otto abraça o amor, suas desilusões, as alegrias da vida e seus dissabores. Todos esses temas são tratados de maneira leve e inteira em uma entrega típica deste pernambucano que não se permite ser pelas metades. As emoções, as canções, a dança, o verbo, tudo em Otto é uma avalanche completa de sensações. Talvez por isso seus trabalhos, em estúdio ou no palco, sejam tão intensos e cheios de cor.

 

Otto, um artista intenso

 

Em seu novo projeto Otto nos oferece um mix melódico saboroso onde a percussão, uma das características marcantes do cantor, deixa sua assinatura em parceria com leves batidas eletrônicas, guitarras melódicas, violinos, além de ritmos que passam pela matriz africana,  o bolero, carimbó e rock.

 

Otto

 

Em Ottomatopeia Otto se cercou de parceiros de longa data e novos agregados para dar vida a suas idéias. A produção ficou por conta de Pupillo que também assina com Otto algumas faixas. E como a dobradinha dos dois vem de longa data, Pupillo soube absorver toda a efervescência criativa de Otto e transformá-la em arranjos elaborados e cheios de nuances, dando um brilho forte para as criações do cantor.

 

Pupillo, parceirão de longa data de Otto

 

E já que estamos falando de parcerias em Ottomatopeia, Otto convidou um time eclético para compor o rol de ilustres participações que estão presentes nos álbum. No novo trabalho de Otto marcam presença Roberta Miranda, de quem Otto se diz fã, na faixa Meu Dengo sucesso de Roberta que integrou a trilha sonora do filme Quase Samba. Além de Roberta estão também Andreas Kisser, do Sepultura, em Orunmilá, o músico Zé Renato em Carinhosa, Céu que faz backing vocal em Meu Dengo e Manoel e Felipe Cordeiro na faixa Teorema. Ou seja Ottomatopeia ganhou um brilho a mais com músicos das mais variadas vertentes que com seus estilos acrescentaram um charme a mais ao álbum.

 

Roberta Miranda, participação ilustre em Ottomatopeia

 

Vale destacar também o projeto gráfico inspirado na arte do fotógrafo japonês Araki Nobuyoshi, que teve seu trabalho apresentado a Otto por sua esposa. Belas e instigantes fotos compõe o trabalho e complementam a poesia do moço. Se você ainda não conferiu Ottomatopeia tai uma boa oportunidade, o álbum está disponível em diversas plataformas de streaming e no Youtube e para acompanhar o trabalho de Otto mais de perto é só acessar facebook.com/oficial.otto.

Até a próxima! 😀

 

Anúncios