Lana Del Rey está de volta. De volta com sua voz sutil, sua música etérea, seu olhar perdido, seus mistérios, amores e uma quase solidão. A cantora lançou recentemente Honeymoon e é por ele que vamos “passear” aqui no Link Sonoro.

 

Honeymoon
Honeymoon

 

Em Honeymoon Lana continua sua parceria com o produtor Rick Nowels e, juntos, eles envolveram as faixas do álbum em uma sonoridade quase cinematográfica. Impossível não se sentir em algum filme de David Linch quando escutamos faixas como Freak e Art Deco, com seus ares lisérgicos e misteriosos. O flerte com o hip hop continua, mas com uma levada mais suave como em High By The Beach. Lana Del Rey também abre espaço para uma releitura, Don’t Let Me Be Misunderstood, que não fugiu ao estilo da moça e traz um vocal leve, quase arrastado, teclados sessentistas e violinos que envolvem toda a música. E em meio a tantas canções, Lana pontua um momento do álbum com a leitura de Bunrt Norton, poesia do escritor americano T. S. Elliot que cai como uma luva no repertório de Honeymoon.

 

Rick Nowels
Rick Nowels

 

Neste trabalho Lana Del Rey constroi um cenário sonoro de cores diversas que vão desde tons mais sóbrios para aquelas emoções difusas, até aquelas um pouco mais brilhantes que mostram o caminho do equilíbrio buscado por Lana. Sua estética visual, poética e musical ganham contornos definidos e pode-se dizer que ela encontrou seu caminho artístico. Honeymoon não é um álbum dançante, muito menos um trabalho enfadonho, pelo contrário, o disco nos apresenta uma Lana Del Rey madura, intensa, provocativa e certa de suas apostas sonoras.

 

Lana Del Rey
Lana Del Rey

 

Ficou curioso para conhecer o novo trabalho de Lana Del Rey? Acesse o site da moça lanadelrey.com, estão lá músicas, vídeos, fotos, redes sociais e muito mais. Aqui no Link Sonoro você confere a faixa High By The Beach.

Até a próxima!😀