O ano era 1974 e o Festival Eurovisão ganhou temperos suecos. O mundo pop, até então sob o domínio de nomes americanos e ingleses, foi sacudido por 2 simpáticos casais que mudaram definitivamente o cenário musical da época e que são influência até hoje para quem quer fazer mais que melodias simples e pegajosas. O ABBA foi o vencedor daquela edição com a faixa Waterloo, que estourou na Inglaterra e  ganhou o resto do continente europeu.  Daí para o som de Björn Ulvaeus, Benny Andersson, Agnetha Fältskog e Frida Lyngstad cruzar o Atlântico e estourar nas paradas norte-americanas…foi um pulo.

 

ABBA, dois simpáticos e talentosos casais
ABBA, dois simpáticos e talentosos casais

 

A grande tacada do ABBA foi unir a disco music à arranjos grandiosos e elaborados e ainda colocar duas vocalistas poderosas  e “bonitonas” na linha de frente do grupo. Mas não se engane, ao vivo eles funcionavam muitíssimo bem, sem playback e coreografia. O som do grupo falava por si só, coisa que não acontece com tanta frequência no nosso século XXI. Em um primeiro momento pode parecer estranho que a música pop possa se valer de pianos, violinos, cordas e todo um aparato instrumental para sacudir pistas de dança, estourar em paradas radiofônicas e ainda vender 200 milhões cópias, além agradar gregos e troianos de todas as classes, estilos e nacionalidades. Mas acredite, deu muito certo!

 

Ao vivo essa galera levantava platéias em todo mundo
Ao vivo essa galera levantava platéias em todo mundo

 

A carreira do ABBA foi curta e impactante. 8 anos foram o suficiente para que o grupo sacudisse as estruturas do cenário pop. Mas nem tudo que é bom dura para sempre. A convivência, a pressão, o cansaço das turnês intermináveis e uma série de outros fatores geraram o divórcio dos casais e à partir daí a alegria do som do ABBA deu lugar a canções mais densas e tristes. Muito longe do que o público estava acostumado e com isso, claro, as vendas… caíram. Esse foi o start para o fim da banda em 1982.

 

O figurino.....outra marca registrada da banda :D
O figurino…..outra marca registrada da banda 😀

 

Mas a música do ABBA é muito mais forte que qualquer tempestade emocional. Uma década após o fim da banda, o grupo Erasure lançou um álbum com releituras das canções dos suecos. O musical Mamma Mia, por sua vez, foi sucesso de público na Broadway e ganhou uma versão cinematográfica que trazia no elenco nomes como Meryl Streep e Pierce Brosnan. Isso sem falar no longa Priscila, a rainha do deserto e em Hung Up do álbum Confessions On a Dance Floor, onde Madonna usou um trecho do hit Gimme,Gimme,Gimme. Segunda a moça não foi fácil conseguir que o ABBA liberasse a canção. Ela precisou mandar um enviado especial à Suécia e ainda dizer que amava – e muito! – o som da banda. Mas ela conseguiu o que queria, como sempre, e a música foi sucesso. Até Bono Vox já se aventurou a cantar uma canção do ABBA. Daí a gente percebe porque o som do grupo é universal e atemporal!

Se você não conhece ou sabe pouco do ABBA, faça uma rápida pesquisa na internet ou no Youtube, aliás na era digital os vídeos do grupo tem… milhões e milhões de cliques. Pode se deixar levar, sem medo, pelo som contagiante da banda. Aqui no Link Sonoro você confere o ABBA ao vivo com a clássica Dancing Queen.

Até a próxima! 😀