Paul McCartney já poderia, se quisesse, ter pendurado as chuteiras há muito tempo. É só fazer um breve passeio pela sua carreira e “ouvir” os inúmeros clássicos que ele emplacou durante a fase Beatles, Wings, solo e por aí vai. Músicas que mesmo quem nasceu bem depois de seus lançamentos, sabe cantar pelo menos o refrão. Isso sem nos esquecermos das belezas harmônicas e poéticas de suas composições. Mas Macca tem disposição, criatividade e notas sobrando em sua mente fervilhante. Claro, além de bom humor e tranquilidade, fundamentais para saber que a vida está muito além da idade.

 

Do tempo dos Beatles até hoje, muita música já rolou
Do tempo dos Beatles até hoje, muita música já rolou

 

Para confirmar que todo seu talento é multifacetado e inesgotável, Paul McCartney soltou este mês New, álbum que traz o rock’n’roll no melhor estilo Beatles, baladas deliciosas e o bom e velho blues que sempre influenciou o jovem de Liverpool. Vale uma rápida refrescada na memória. Ano passado Sir. Paul McCartney se infiltrou no universo jazzístico e, ao lado de Diana Krall, lançou o elaborado Kisses On The Botton. Um disco requintado que trazia clássicos dos anos 1930 e 1940. Pouco mais de um ano depois, ele dá uma volta de 360 graus para mostrar mais uma vez, que uma boa música pode vir do analógico século passado ou das novas tecnologias dos anos 2000.

 

New
New

 

Músico antenado, talvez esteja aí um dos ingredientes para sua juventude aos 71 anos, McCartney se uniu a Mark Ronson, Giles Martin (filho do “5º Beatle” George Martin), Ethan Jonhs e Paul Empworth. Todos jovens produtores que vem se destacando na cena musical nos últimos anos com artistas como Amy Winehouse, Kings Of Leon e Florence And The Machine. O tom Beatle misturado ao sangue novo destes rapazes, rendeu um disco com canções que tem a cara de Paul mas com uma levada contemporânea. New começa com a vigorosa Save Us, um rock de primeira que deixa o ouvinte ancioso pelas faixas seguintes. On My Way To Work, New e Queenie Eye poderiam, facilmente, ter saído de algum álbum dos Beatles. Early Days e Hosanna fazem parte da sessão baladas bem elaboradas e ainda tem Get Me Out Of Here, um blues rasgado com uma sonoridade que nos leva para os primórdios do estilo.

 

Mark Ronson, um dos convidados de Sir. Paul McCartney
Mark Ronson, um dos convidados de Sir. Paul McCartney

 

New é um álbum que vai deixar os fãs de Paul McCartney muito felizes ! Para conferir mais do novo rebento do “rapaz” é só acessar www.paulmaccartney.com , site super completo. Vale navegar por ele um bom tempo .

Macca, um jovem senhor cheio de músicas na cabeça
Macca, um jovem senhor cheio de músicas na cabeça

 

Aqui no Link Sonoro você confere Queenie Eye, vídeo cheio de participações pra lá de especiais.

Até a próxima!