E Cat Power está de volta!! Quatro anos após o lançamento de Jukebox, Chan Marshal soltou no início de setembro Sun, 9º álbum de sua carreira. Esse novo trabalho de Cat traz uma sonoridade mais ampla que seus projetos anteriores, mas mesmo com um tom de repaginada ( inclusive no visual – os cabelos agora estão curtos ) o CD traz o folk, o indie rock, a voz rouca e melódica e as experimentações que marcam a identidade musical de Cat Power.

 

Sun

 

Adepta do “independente futebol clube”, Cat explorou seu talento e registrou Sun quase sozinha, “quase” porque ela contou com a ajuda Philippe Zidar. E na hora de produzir e mixar o álbum, as mãos de Power estavam lá. Já as composições mostram uma mulher madura, do alto dos seus 40 anos, que soube pegar os altos e baixos que a vida traz pra qualquer um e transformar em letras originais e sem pieguices. Embalado por  uma pegada mais eletrônica, Sun apresenta melodias deliciosas como Cherokee, Ruin, Nothin By The Time (que tem a participação de Iggy Pop) e a faixa-título Sun. Cat Power usa e abusa da liberdade de criação e das boas parcerias para dar vida a suas ideias sonoras e poéticas. O resultado é um repertório bem amarrado que consegue prender a nossa atenção do início ao fim. Vale conferir!

 

Cat, livre para criar e para mudar

 

Para quem quiser mergulhar mais fundo em Sun e na obra de Cat Power, é só acessar o site oficial da cantora www.catpowermusic.com .

Aqui no Link Sonoro você confere a faixa Cherokee.

 

Até a próxima!