Roberto Carlos esteve em Belo Horizonte no último sábado com sua turnê comemorativa de 50 anos de carreira e antes de você fazer aquela cara de interrogação com a pergunta ” como assim? show do Roberto Carlos? no blog da Pelo Mundo? ” , vale a gente lembrar que o cantor, sua história e sua música estão presentes no inconsciente coletivo de todos nós, independente de idade, condição social, raça ou religião. Bethânia, Titãs, Marisa Monte, Barão Vermelho, Caetano, Chico Science e Nação Zumbi ( só para citar alguns de variadas vertentes da música ) já gravaram suas composições, o que, claro, as mantém mais vivas além de apresentar sua obra para as novas gerações.
Mas vamos ao show, aliás que show! O repertório trazia verdadeiras pérolas do Rei divididas em blocos coerentes e bem alinhavados. Estavam presentes as clássicas e românticas ‘Emoções’, ‘Cavalgada’, e ‘Detalhes’, uma série que trazia a fase jovem guarda de Roberto com temas como ‘É Proibido Fumar’, ‘A Namoradinha De Um Amigo Meu’ e ‘Quando’ além dos hits ‘Lady Laura’, ‘ É Preciso Saber Viver’ e ‘Jesus Cristo’ ( que encerrou a apresentação ) .
A orquestra comandada há mais de 30 anos por Eduardo Lages veio acompanhada por um grupo de cordas da Orquestra De São Paulo, o que deu aos arranjos um acabamento ainda mais luxuoso. Roberto Carlos por sua vez, apesar dos anos de carreira, continua com uma voz limpa e afinada. Sua presença de palco, seu charme, a frases feitas colocadas em momentos pontuais, suas pausas milimétricamente pensadas, nos mostram porque ele sabe como ninguém conduzir platéia, banda e espetáculo.
O público era um misto de Sras. e Srs. na faixa dos 60 anos, jovens, adultos e até crianças ( sim, um garotinho de mais ou menos 5 anos que estava ao meu lado literalmente se jogou) . Um belo show e um grande registro dos 50 anos de carreira do nosso Rei altamente pop.
Aqui no blog da Pelo Mundo você escuta Roberto Carlos com a faixa ‘Quando’ gravação de 1967 e se você é daqueles que ainda tem uma certa resistência ao Rei vai ai a mesma música com a galera do Barão Vermelho.
Até a próxima!

Roberto Carlos – Quando – 1967

Barão Vermelho – Quando