Que a cantora paulista Ana Cañas tinha um pé fincado no rock’n’roll, quem já teve a oportunidade de assistir pelo menos uma de suas incendiárias apresentações já sabia bem. Agora em seu segundo CD, ‘Hein?’, Ana mostra essa faceta acompanhada de um time de peso.

Quando Ana Cañas surgiu na cena musical, Jazz e MPB eram estilos frequentemente visitados pela cantora e seu álbum de estréia não trazia grandes ousadias musicais, havia sim um repertório bem pensado, e claro, a voz clara de Cañas e interpretações bem colocadas.
‘Hein?’, que tem a produção certeira de Liminha, já começa com a faixa ‘Na Multidão’ com participação de Arnaldo Antunes, que aliás, divide com Ana a composição de cinco músicas. Rock…e dá pesada! E por falar em participação, ‘Hein?’, conta ainda com a presença de Gilberto Gil no violão de ‘Chuck Berry Fields Forever’, composição de Gil de 1974. Das 12 faixas do álbum, esta é a única releitura. Artista sem rótulos e sedenta de várias vertentes da arte, Ana extravasa seu lado compositora na outras 11 composições.
Segura ao lado de sua banda, Canãs solta a voz sem medo. Lá estão, além do rock, momentos suaves como a canção ‘Esconderijo’ e o reagge psicodélico ‘Sem voce’, taí um CD que vale, e muito, ter aí no seu HD e aqui no Amplificador você confere ‘Chuck Berry Fields Forever’.
Até a próxima!