aproveitando a dica de artista indie do post anterior, lá vai mais um… a bola de vez atende pelo nome de mando diao… well, isso mesmo… mando diao… parece uma versão fanho-gripado do manu chao, mas não é…

esses caras são de borlange, na suécia (mas cantam em inglês) e sabe-se lá o que significa esse raio desse nome. vou consultar uma amiga que mora na suécia e prometo esclarecer o enigma em breve… confesso que fiquei curioso.

mas o som dessa turma tem seus bons momentos. fazem um indie-art-rock-pop-dançante, com pitadas de vários nomes da atual cena inglesa, tudo misturado, como franz ferdinand, the zutons, the magic numbers, etc… engraçado como hoje em dia fica mais difícil descrever o som de uma banda… antigamente era tão mais fácil, hoje parece dicas de receita do jamie oliver… uma pitada de azeite, um dedinho de coentro, esfrega a frigideira com manteiga (usando os dedos) rasga umas folhas de salsinha em cima, sal grosso, espreme meia lima, raspa um pouco da casca dela (ele faz tudo isso sem lavar as mãos!) e pronto.. tá aí mais um aperitivo pros ouvidos.

mas eu ia dizendo… o mando diao acabou de lançar o quinto disco “cheio” da carreira (chamado “give me fire!”), o que significa que essa isvéden-gang já trabalha há um tempo… e ainda tem uma cacetada de EPs na praça, shows… rapaziada acelerando, estão fortes no circuito europeu…

bom, chega de papo e vamos ao que interessa. abaixo vc confere duas faixas desse trabalho dos caras. uma mais acelerada, mostrando bem o mix de influências deles, e a segunda (na minha opinião mais interessante) numa levada slow, com vibe de dick tracy e roger rabbit… a galera do zutons deve estar morrendo de rir, mas esse tal de mando diao tem seu espaço, vai…

mando diao
(mean street)

mando diao
(high heels)