Salve torcida Pelo Mundo!

Pra quem ainda não sabe, vale lembrar que essa semana o Giroflex estréia novo formato, uma hora de duração, novos quadros e vinhetas, enfim, algumas novidades pra chacoalhar um pouco mais os ouvidos nas quartas-feiras. Mas ainda com o bom e velho giro pelos bastidores e novidades da música inglesa e internacional. Ah, e só pra reforçar, às 9:30 da matina e da noite, ok?

Até por conta destas novidades e mudanças no programa, a correria tomou tempo e eu ainda tava devendo um alô aqui no blog pelomundano. Sem falar que acompanhar o ritmo dessa mulherada não é tarefa pra qualquer aventureiro pancinha de cerveja (onde me incluo, obviamente). Só o “pânceps” não garante, titio! Pelos posts abaixo você já deve ter sacado o quanto essas meninas são agitadas, não? Sem falar nas equipes de cobertura de shows e festivais. Aí, meu amigo, pode reforçar a stamina senão você senta na calçada e chora.. Não é Pequena? Não é Paulete? Haja, companheiro, haja… E olha que eu já tenho uma certa estrada e até o pânceps bem treinado, mas essas duas dão trabalho.

Minha primeira aventura com as meninas, na cobertura da noite de sábado do Festival da Loucura, em Barbacena, não poderia ser mais engraçada. Primeiro a espera na tradicional passagem de som, acompanhando Lobão com os últimos acertos e detalhes para o show da noite. Daí já começou a diversão. A barulheira (no bom sentido) atraiu muita gente para a praça da Estação e, no meio disso tudo, claaaaaaaaaro, um monte de malucos.

Você ali, encostado no muro, conferindo os toques e nuances que Lobão combinava com os músicos e técnicos de som, enquanto do outro lado da rua um biruta com uma latinha de cerva na mão gritava palavras ininteligíveis, no melhor estilo “toca raul!”. Até vira-lata sentou na calçada pra assistir. Concentração de bizarros. Playboys rurais com o carro lotado de cuecas e o som “psicum” batendo no ossinho do ouvido, parando na frente e gritando bobagens, típico do sujeito que tá precisando cruzar pra ver se acalma.

Enfim, horas e muitas risadas depois, o bate-papo com Lobão não fugiria do script. Sempre cheio de críticas cáusticas, muita propriedade e multi-projeto, o cara deixou uma entrevista memorável que você vai poder conferir no programa Liquidificador em breve. Trechos da conversa também vão rechear as próximas edições do Giroflex. Destaque para as pauladas que o músico dedicou ao nosso não tão excelentíssimo ministro da contra-cultura, o senhor Gilberto-cachê-bom-decido-eu-Gil. Motivo de sobra pra você conferir o programa da Pelo Mundo no Canal 22.

Como os detalhes do rock’n’roll pós jornada de trabalho a gente guarda pra uma outra ocasião, acho que tá na hora de parar por aqui. Não sem antes deixar também um aloha pra equipe do Agenda, da Rede Minas, parceiros na balada “vida-louca-vida”. Em breve eu apareço de novo e deixo mais um alô. Por enquanto é só, p-pessoal. A gente se fala!

See ya’round.