Pesquisar

linksonoro

um link e muitos sons

Entrevista Seu Jorge

(Ouça a íntegra do programa aqui)

 

 

Lá se vão de 11 anos desde o primeiro encontro nos palcos de Ana Carolina e Seu Jorge. A dupla conquistou o Brasil com um repertório que invadiu rádios, TV’s e a web. Agora eles se reúnem novamente para celebrar uma década de Ana e Jorge

De passagem por BH Seu Jorge abriu uma brecha na agenda e bateu um papo com a gente aqui no Link Sonoro.

Até a próxima!😀

 

 

 

Entrevista Chico Salem

(Ouça a íntegra do programa aqui)

 

 

São mais de 20 anos de estrada e estúdio tocando ao lado de nomes como Arnaldo Antunes, Elza Soares, Erasmo Carlos e tantos outros. Em meio a uma agenda agitada o cantor, compositor, produtor e multi-instrumentista Chico Salem acaba de soltar o álbum Maior ou Igual a Dois.

De passagem por BH, onde se no Festival Momento Aymoré, Chico Salem abriu uma brecha na agenda e bateu um papo com a gente aqui no Link Sonoro.

Céu – Tropix

(Ouça a íntegra do programa aqui)

 

 

Quatro anos após soltar uma caravana pela MPB com Carava Sereia Bloom, a cantora Céu volta a cena com Tropix, 5o álbum de sua carreira que saiu pelo selo Slap que, assim como Céu, tem na vanguarda musical o norte para seus artistas e trabalhos.

 

Tropix
Tropix

 

Em Tropix Céu se uniu ao baterista Pupillo e ao tecladista francês Hervé Salters na produção do álbum e a mistura de identidades, nacionalidades, estilos e influências resultou em um trabalho cheio de sonoridades e ambientações que vão crescendo suavemente ao longo do disco. Baixo, bateria, teclados e texturas eletrônicas são a base para as composições e interpretações delicadas da cantora.

 

Puppilo
Puppilo

 

Se a identidade visual do álbum é pautada no preto e branco, as músicas trazem uma luminosidade tropical mesmo em seus momentos mais intimistas. E por falar em intimista Tropix começa com a faixa de trabalho Perfume Invisível, onde Céu e sua trupe exploram tons psicodélicos que, unidos a letra bem construída da compositora, nos faz sentir em uma cena de filme. O disco também abre espaço para levadas hip hop, referências afro brasileiras, pitadas dub e baladas leves e cativantes.

 

Hervé Salters
Hervé Salters

 

Em meio ao modernismo sonoro que Céu nos apresenta, ela tira do seu baú de memórias musicais Chico Buarque Song, composição da banda paulista de pós punk dos anos 1980 Fellini. Uma grata surpresa para quem acompanha de perto a cena underground paulista. Quem também marca presença em Tropix é a cantora Tulipa Ruiz em Pot-Pourri Etilíca/Interlúdio, com uma participação singela que cai como uma luva na melodia. Já Rosa Morena, filha de Céu, fez sua primeira gravação em A Menina e o Monstro, a garota mostrou que tem futuro!  E para quem gosta de um bom groove, A Nave Vai de Jorge Du Peixe vem cheia de swing em um clima dançante, mas sem as batidas excessivas que encontramos por aí.

 

Céu
Céu

 

Tropix é um álbum cheio de cores e nuances, sonoras e poéticas, que vão encantar muitos ouvidos. Se você quiser conhecer melhor o novo trabalho de Céu é só acessar www.ceumusic.com ou www.facebook.com/ceumusic.

Aqui no Link Sonoro você fica com a faixa Chico Buarque Song .

Até a próxima!😀

 

 

 

Blog no WordPress.com. | O tema Baskerville.

Acima ↑

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 738 outros seguidores