Busca

linksonoro

um link e muitos sons

Um bate papo com Lan Lanh

(Ouça a íntegra do programa aqui)

 

 

Ela é uma das percussionistas mais prestigiadas do país, já tocou com artistas como Cássia Eller, Marisa Monte, Arnaldo Antunes, Titãs e por aí vai. Neste 2017 Lan Lahn completa 30 anos de carreira com muito ritmo e um show que está rodando o Brasil e o mundo.

A moça abriu um espaço na sua agenda e conversou com a gente aqui no Link Sonoro.

 

Um bate papo com Alice Caymmi

(Ouça a íntegra do programa aqui)

 

 

Ela vem de uma das famílias mais musicais do país. Dona de um estilo marcante e de uma voz poderosa Alice Caymmi, que em 2014 soltou o álbum Rainha dos Raios, acaba de lançar o single Louca, releitura para a faixa da cantora mexicana ThaliaAlice Caymmi abriu um espaço na sua agenda e conversou com a gente aqui no Link Sonoro.

 

Até a próxima! 😀

 

U2 – The Joshua Tree

 

Há exatos 30 anos chegava ao mercado um dos álbuns mais importantes do rock e que firmou o U2 como um nome forte da música mundial. The Joshua Tree foi um divisor de águas na carreira dos irlandeses e marcou definitivamente a história da banda.

Bono Vox, na época com 26 anos, estava em um momento alto da carreira com o U2 lotando estádios e conquistando cada vez mais fãs ao redor do mundo. Seu discurso já começava a ganhar um teor político e algumas viagens feitas a países como Nicarágua e San Salvador, mostrou ao rapaz uma realidade totalmente diferente do glamouroso mundo do showbiz. As vivências da banda e as experiências de Bono contribuíram para a construção de um repertório que levava um recorte político e filosófico.

 

 

The Joshua Tree

 

Por falar em repertório The Joshua Tree traz uma sequência que, podemos dizer, imortalizou o grupo, ou seja, músicas que se tornaram atemporais e que serão executadas e cantadas por um bom tempo, é só perceber o delírio da plateia quando o grupo, em algum dos seus shows gigantescos, toca With Or Withot You, Pride (In The Name Of Love), Where the Streets Have No Name ou I Still Haven’t Found What I’m Looking For.

As gravações do disco foram marcadas pelo perfeccionismo, Bono Voz demorou a ficar satisfeito com o trabalho e teve dúvidas sobre a qualidade final do disco que ganhou a produção de Brian Eno e Daniel Lanois. O registro chegou a ter dois nomes provisórios The Two Americas e The Desert Songs, uma alusão a América real e a mística.

 

Brian Eno e o U2 em ação

 

Já a parte visual de The Joshua Tree é uma história à parte. Depois de 3 dias viajando pelo deserto de Mojave na Califórnia, Bono conheceu a Árvore de Josué (The Joshua Tree) que ganhou este nome dos Mórmons em uma alusão a batalha de Gibeom e ao profeta Josué. A história marcou Bono e o álbum ganhou o nome The Joshua Tree.  Uma viagem à Etiópia também ajudou na definição do título. Segundo uma comparação  do vocalista “se na África há o deserto físico, no ocidente há outros tipos de desertos.” Como falamos lá no início The Joshua Tree tem uma forte conotação filosófica.

 

Os meninos do U2 com a famosa Árvore de Josué

 

Vale lembrar também a qualidade musical do disco. Bono, The Edge, Adam Clayton e Larry Mullen Jr. dão um show intercalando levadas pesadas e baladas de maneira equilibrada e bem arranjada. A voz de Bono ganhou uma cama perfeita para suas interpretações pra lá de intensas. Se você não conhece ou não se lembra de The Joshua Tree vale a pena aproveitar a data e recordar um dos álbuns mais emblemáticos da história da música mundial. Já para ficar por dentro do trabalho do U2 é só você acessar u2.com.

Aqui no Link Sonoro você confere a faixa Where The Streets Have No Name faixa do álbum The Joshua Tree e para saber mais sobre tudo o que rola no mundo da música é só acessar linksonoro.wordpress.com.

Até a próxima! 😀

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑